Após coronavírus derrubar vendas, governo da Itália deve nacionalizar companhia aérea

© AP Photo / Michael ProbstAvião em Frankfurt, na Alemanha.
Avião em Frankfurt, na Alemanha. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo italiano está perto de assumir o controle total da Alitalia após o surto de coronavírus dificultar o plano da companhia aérea de encontrar um comprador.

A informação foi publicada pelo jornal Il Messaggero neste domingo (15).

De acordo com o periódico, o plano já está em "estágio avançado". O governo pode assumir o controle das operações da Alitalia por meio de um veículo público.

Roma já havia estabelecido o prazo de 31 de maio para concluir a venda da companhia aérea deficitária. Os interessados deveriam se manifestar até 18 de março. 

Uma fonte com conhecimento do assunto disse à agência de notícias Reuters que a Alitalia está ficando sem dinheiro, apesar de uma injeção extra de 400 milhões de euros alocada por Roma no início do ano.

A Alitalia não estava disponível imediatamente para comentar.

A ministra dos Transportes, Paola De Micheli, disse neste mês que o governo queria acelerar o processo de venda após a disseminação do vírus, que levou ao colapso do tráfego aéreo.

Dadas as difíceis condições do mercado, é improvável que a União Europeia se oponha a uma intervenção do Estado na companhia aérea, que atualmente emprega 11.000 pessoas.

Em um relatório separado, o jornal La Repubblica disse neste domingo que Roma estava planejando uma intervenção imediata a favor da indústria de transporte aéreo no valor de 500 milhões de euros, seguida por outras medidas no valor de 3 bilhões de euros, o que ajudaria a nacionalizar a Alitalia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала