Japonês com COVID-19 desobedece a autoridades infectando deliberadamente outras pessoas

© REUTERS / Aly SongPessoas usando máscaras protetoras caminham nas ruas em meio a surto do novo coronavírus, em Xangai, China, 4 de março de 2020
Pessoas usando máscaras protetoras caminham nas ruas em meio a surto do novo coronavírus, em Xangai, China, 4 de março de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Polícia de uma prefeitura central do Japão informou na sexta-feira (13) que abriu uma investigação contra um homem, que tinha sido infectado com o novo coronavírus, por suspeita de interferência em atividades comerciais após ele ter ido a restaurantes locais expressando o desejo de "espalhar o vírus".

A investigação foi iniciada depois de os exames médicos terem dado positivo para o COVID-19 a uma mulher de cerca de 30 anos, que contatou no início deste mês com um homem em um bar na prefeitura japonesa de Aichi.

A mulher em causa, residente na cidade de Toyota na prefeitura de Aichi, estava trabalhando em um pub filipino onde esteve o homem, na casa dos 50 anos de idade, no dia 4 de março, apesar de receber instruções das autoridades para não sair de casa, de acordo com representantes municipais, escreve o jornal Kyodo News.

No dia 8 de março a mulher teve febre e uma inflamação na garganta. Ela se encontra em estado estável, mas terá que ser hospitalizada. O indivíduo foi diagnosticado com o novo coronavírus no dia 4 de março, um dia depois que seus pais, com quem ele vive, também foram diagnosticados como infectados.

O homem disse aos seus pais que ele ia "espalhar o vírus" e foi na mesma noite a um bar e ao pub filipino na cidade de Gamagori.

O indivíduo permaneceu no bar uns 15 minutos, não dizendo nada sobre sua infecção. Algum tempo mais tarde ele foi a um pub filipino, ficando lá cerca de 40 minutos cantando karaokê e tendo tocado em uma funcionária que estava sentada ao lado dele, informou uma fonte familiarizada com o assunto.

Posteriormente o homem disse a um empregado do pub que estava infectado com COVID-19, fazendo com que o estabelecimento o reportasse à polícia e ao centro de saúde.

O número de infectados na prefeitura de Aichi subiu para 111, incluindo o caso da funcionária infectada, se tornando a segunda prefeitura depois de Hokkaido com mais casos registrados em todo o país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала