Coronavírus: Bolívia proíbe entrada de passageiros da China, Coreia do Sul, Itália e Espanha

© AP Photo / Juan KaritaPresidenta autoproclamada da Bolívia, Jeanine Áñez, sorri durante cerimônia de posse de seu gabinete de ministros, em 13 de novembro de 2019, após golpe de Estado na Bolívia
Presidenta autoproclamada da Bolívia, Jeanine Áñez, sorri durante cerimônia de posse de seu gabinete de ministros, em 13 de novembro de 2019, após golpe de Estado na Bolívia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, anunciou a proibição de entrada no país de passageiros da China, Coreia do Sul, Itália e Espanha devido ao coronavírus.

No quadro de estado de emergência, a Bolívia suspendeu aulas em todos os níveis e os voos para e da Europa, além de proibir shows e reuniões de vários tipos que reúnem mais de 1.000 pessoas.

"Ordenei que passageiros da China, Coreia, Itália e Espanha fossem proibidos de entrar na Bolívia. Essa decisão faz parte do pacote de medidas firmes com as quais combatemos o vírus para proteger a saúde das pessoas", anunciou Áñez.

De acordo com as últimas informações, 10 casos foram confirmados no país latino-americano.

A doença causada pelo coronavírus, COVID-19, foi detectada pela primeira vez no final de 2019 na cidade chinesa de Wuhan. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a doenção deixou um saldo de 142.539 infectados e 5.393 mortes em mais de 130 países.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала