- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manifestações contra Bolsonaro são canceladas devido à COVID-19

© Foto / Paulo Pinto / Fotos PúblicasManifestantes tomam as ruas em São Paulo em defesa da educação e contra a reforma da previdência
Manifestantes tomam as ruas em São Paulo em defesa da educação e contra a reforma da previdência - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (13), os grupos responsáveis pela organização da manifestação contra o governo do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, previstas para a quarta-feira (18), anunciaram o cancelamento do protesto devido à pandemia do novo coronavírus.

O ato sairia às ruas sob a bandeira de "Ditadura Nunca Mais" e foi chamado inicialmente para defender pautas da Educação, conforme publicou o jornal Folha de São Paulo.

A manifestação seria uma resposta aos atos que seriam realizados no domingo (15) em apoio ao governo do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e contra o Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF), que também foram suspensos em meio à pandemia. O próprio presidente Bolsonaro pediu em pronunciamento que as manifestações fossem suspensas.

Da mesma forma, foram canceladas também as manifestações em lembrança aos dois anos do assassinato da vereadora Marielle Franco, no Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira, o governo do Estado do Rio decretou a suspensão de eventos públicos para conter o avanço da COVID-19.

Entre os organizadores do protesto do dia 18 estavam as frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, além a União Nacional dos Estudantes (UNE) e das centrais sindicais, CUT, Força Sindical, Nova Central, UGT, CTB e CSB. Apesar do cancelamento das manifestações, panfletagens, paralisações e greves foram mantidas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала