- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Chefe da Secom, que viajou com Bolsonaro, tem suspeita de coronavírus, diz colunista

© Folhapress / Pedro LadeiraChefe da Secom, Fabio Wajngarten, no Palácio do Planalto, em Brasília
Chefe da Secom, Fabio Wajngarten, no Palácio do Planalto, em Brasília - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O chefe da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom), Fabio Wajngarten, está com suspeita do novo coronavírus. Ele viajou na semana passada para a Flórida com o presidente Jair Bolsonaro. 

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, Wajngarten fez os testes clínicos para o novo coronavírus ao voltar dos Estados Unidos. Os resultados ficariam prontos nesta quinta-feira (12). 

Bolsonaro fez uma viagem de quatro dias para a Flórida, onde se reuniu com o presidente dos EUA, Donald Trump, no sábado (7), em Mar-a-Lago, resort do republicano perto de Miami. 

O chefe da Secom, assim como várias outras autoridades, fizeram parte da comitiva brasileira. Wajngarten, no entanto, não teria usado o avião presidencial. 

Brasil tem 52 casos suspeitos, 2 no DF

Os números de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou para 52, informou nesta quarta-feira (11) o Ministério da Saúde. 

De acordo com atualização do boletim da pasta, há 907 casos sendo investigados e 935 descartados para a doença provocada pelo vírus, a COVID-19. 

O estado com o maior número de casos é São Paulo, 30 pacientes. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (13), Bahia (2), Rio Grande do Sul (2), Distrito Federal (2), Alagoas (1), Minas Gerais (1) e Espírito Santo (1).

Na manhã de hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia da enfermidade. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала