Almirante russo comenta emersão de submarino dos EUA através do gelo

© AP Photo / Jack SauerSubmarino norte-americano USS Jimmy Carter em Groton, estado de Connecticut, EUA (foto de arquivo)
Submarino norte-americano USS Jimmy Carter em Groton, estado de Connecticut, EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A emersão de um submarino através do gelo não é uma operação fácil, mas há muito que vem sendo efetuada, afirmou almirante russo na reserva.

O almirante Viktor Kravchenko, chefe do Estado-Maior da Marinha russa de 1998 a 2005, comentou o vídeo publicado pela Marinha americana que mostra o submarino nuclear USS Toledo, da classe Los Angeles, emergindo e quebrando o gelo com espessura de 40 cm no Ártico.

O feito, apresentado como quase inédito, foi considerado banal por Kravtchenko, por ser uma manobra há muito executada pela Marinha russa.

"Emergiu, pois emergiu [...] Não há nada de especial nisso, nós também aprendemos a fazer isso há muito tempo", afirmou peremptoriamente Kravchenko.

Para o almirante, a Marinha russa, depois deste passo dado pelos EUA, "deve recorrer à ciência" para encontrar uma forma de vigiar os submarinos americanos debaixo do gelo e monitorá-los ainda antes de submergirem no Ártico.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала