Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Degelo da Antártica revela ilha nunca vista antes (FOTOS)

© Foto / Observatório da Terra da NASA, imagens de Joshua StevensFoto de satélite da NASA mostra cobertura de gelo na Antártica em 4 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo)
Foto de satélite da NASA mostra cobertura de gelo na Antártica em 4 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Formação rochosa surge coberta de gelo na Antártica enquanto região registra temperaturas acima do normal e glaciares se desprendem do continente gelado.

Por muito tempo escondida debaixo do gelo, uma ilha foi avistada por pesquisadores pela primeira vez que navegavam próximo à costa do glaciar de Pine Island, no mar de Amundsen.

Com um comprimento de 350 metros, a ilha apresenta formação rochosa debaixo da cobertura de gelo, o que a distingue das ilhas de gelo e icebergs.

Embora o achado se tenha dado há mais de uma semana, ele só ganhou notoriedade na grande mídia recentemente.

Conforme publicou o portal científico Live Science, os pesquisadores confirmaram que o território insular é feito de granito vulcânico.

Deusa nórdica

Os pesquisadores decidiram batizar a ilha com o nome da deusa da guerra nórdica Sif.

Segundo Sarah Slack, pesquisadora participante da expedição científica que descobriu a ilha, o achado tem relevância para a ciência.

"Embora não seja um grande sinal para a saúde futura de nosso planeta, os geólogos estão empolgados com esta oportunidade invulgar de coletar amostras de rochas, algo que a Antártica não oferece com frequência", escreveu ela no portal Polartrec.

Agora, as pesquisas feitas com as amostras deverão informar a idade do material recolhido.

É válido ressaltar que o achado seria único, tendo em vista a ausência de terra à vista ao redor da ilha.

"Não existem outras rochas aflorantes em um raio de 70 km, assim, isto é uma oportunidade especial", afirmou o doutorando em Ciência da Terra Jim Marschalek, do Imperial College London, Reino Unido.

O achado se dá enquanto a Antártica tem apresentado temperaturas consideravelmente altas na última década.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала