Segredos da maior estrada de pedra maia são revelados

© Foto / Pixabay / ConnectingdotsRuína Maia
Ruína Maia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pesquisadores de universidades estadunidenses desvendaram os segredos da construção, pela rainha de Cobá, de uma estrada de 100 quilômetros que ligava duas cidades maias no Yucatán.

O novo estudo organizado por pesquisadores do Instituto Carnegie de Washington e liderado pela antropóloga Traci Ardren, da Universidade de Miami, utilizou uma tecnologia inovadora para compreender uma das culturas mais ricas da América.

Através da análise profunda de uma estrada de mais de mil anos, o estudo apresenta novas descobertas sobre a civilização maia.

A estrada de pedra foi construída pela rainha de Cobá, Lady K'awiil Ajaw, entre os anos 600 e 700, e ligava a cidade de Cobá, principal centro de poder, e Yaxuná, o menor assentamento urbano, que entretanto possuía grande riqueza.

​Tecnologia moderna revela antigos segredos da branca e grande estrada maia. 

A rainha de Cobá era conhecida por ser uma guerreira feroz que expandiu seu território através de estratégias militares.

Segundo os pesquisadores, a estrada de pedra foi a maior da história do Império Maia e tinha como principal função servir como um atalho, para facilitar o controle do assentamento vizinho, através de um trajeto de aproximadamente oito metros de largura.

"Teria sido um farol através do denso verde dos campos de milho e árvores frutíferas", detalha Arden sobre a estrada.

Para desvendar estes segredos, os pesquisadores se basearam na recriação digital da área, utilizando uma nova tecnologia laser conhecida como LIDAR.

Através do LIDAR, os pesquisadores detectaram a estrada e outras oito mil estruturas. Além disso, o equipamento ajudou na revelação das intenções de K’awiil Ajaw, a feroz rainha de Cobá.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала