MH370: ex-piloto afirma saber onde está avião desaparecido

© AP Photo / Joshua PaulHomem olhando para aviões da Malaysia Airlines no aeroporto de Kuala Lumpur (foto de arquivo)
Homem olhando para aviões da Malaysia Airlines no aeroporto de Kuala Lumpur (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em documentário do canal de TV britânico Sky News, o ex-piloto experiente Byron Bailey afirmou que o Boeing 777 do voo MH370 desaparecido em 2014 caiu na latitude 39'10 S,88'18E.

O local da suposta queda está aproximadamente 30 km ao sul da área em que as equipes de resgate acreditavam que a aeronave da Malaysia Airlines havia caído em março de 2014.

Conforme disse o ex-piloto Byron Bailey no documentário "MH370: The Untold Story" ("MH370: A história não contada", em tradução livre) do canal de TV britânico Sky News, durante a queda, o piloto do avião, Zaharie Ahmed Shah, estava vivo e tentou realizar um pouso suave que pudesse causar o menor dano possível à aeronave.

Para tanto, Shah teria planado a aeronave antes de a queda ocorrer na latitude 39'10 S,88'18E.

A versão do ex-piloto, com mais de 50 anos de experiência em aviação, contradiz a hipótese adotada pela agência reguladora de aviação australiana (ATSB, na sigla em inglês) de que durante a queda Shah estaria morto e que o avião foi ao mar a partir de uma altitude de 12 km após seu combustível acabar.

"Eu tenho certeza de que o piloto estava tentando abaixar a aeronave ao sul mais afastado em uma localidade remota quanto o possível, e evitar o máximo de dano que poderia afundar a aeronave", afirmou o ex-piloto.

Hipótese possível

Durante o documentário, funcionários da ATSB chegaram a concordar com a teoria de Bailey.

Contudo, segundo o ex-diretor da ATSB, Martin Dolan, atualmente há menos evidências do que aconteceu, tendo em vista que a maior parte da área associada ao suposto cenário já foi varrida.

Tragédia

O voo MH370 da Malaysia Airlines sumiu dos radares enquanto sobrevoava o golfo da Tailândia logo após decolar do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, na Malásia, em 8 de março de 2014.

Com destino a capital chinesa Pequim, o Boeing 777 carregava 227 passageiros e 12 tripulantes.

Apesar das muitas hipóteses sobre o desaparecimento do avião, até agora não existe uma conclusão oficial sobre o incidente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала