China envia 'exército' de 100 mil patos contra praga de gafanhotos (VÍDEO)

© GEORGES GOBETPatos em quarentena em uma fazenda da comuna francesa de Bourriot-Bergonce, em Aquitaine (foto de arquivo)
Patos em quarentena em uma fazenda da comuna francesa de Bourriot-Bergonce, em Aquitaine (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Após praga de gafanhotos ter destruído plantações na África e chegado à China, país decidiu usar milhares de patos para lidar com o problema em sua província de Xinjiang.

A medida teria como objetivo frear o avanço da praga de gafanhotos, que tem causado grandes danos tanto na África como na Ásia.

Por sua vez, o Paquistão, país fronteiriço da China, já declarou estado de emergência nacional devido aos prejuízos agrícolas causados pela praga, enquanto o primeiro-ministro do país, Imran Khan, classificou o problema como "o pior ataque de gafanhotos em décadas".

É válido ressaltar que estes insetos atingiram o território chinês na província situada no oeste do país, junto às fronteiras com o Paquistão e a Índia.

Em um vídeo publicado no Twitter pelo portal chinês CGTN, é possível ver o "exército" de 100 mil patos "marchando" para lidar com o problema e evitar que as plantações chinesas sejam destruídas pela praga.

'Tropas de patos' se aglomeram na fronteira para enfrentar praga de gafanhotos

Prática já usada

Ainda em 2000, conforme publicou o portal The Telegraph, a China já tinha utilizado estas aves para enfrentar uma praga semelhante de gafanhotos em Xinjiang.

Na ocasião, além de patos, também foram utilizados frangos para combater os insetos.

Ainda segundo o governo chinês, cada pato pode comer 400 gafanhotos por dia. As aves são ensinadas a perseguir e a comer gafanhotos ao som de um apito.

"Nós os liberamos nas pastagens, acionamos os apitos e eles comem os gafanhotos", informou ainda em 2000 Zhai Xinchun, então autoridade responsável pelo Controle de Gafanhotos e Ratos de Xinjiang.

Alguns acreditam que os animais são mais eficientes do que os pesticidas.

Bombou na web

Por sua vez, muitos internautas apoiaram a medida chinesa, enquanto pediam mais vídeos com a ação das aves, conforme publicou o tabloide Daily Star.

"Em frente, tropas de patos!!!", escreveu um usuário da rede.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала