Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Sistema russo S-500 será capaz de interceptar alvos a centenas de quilômetros da Terra

© Foto / Ministério da Defesa da RússiaSistema de defesa antiaérea russo de nova geração S-500 Prometei (foto de arquivo)
Sistema de defesa antiaérea russo de nova geração S-500 Prometei (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
O sistema de mísseis S-500 será capaz de atingir alvos a altitudes de centenas de quilômetros da Terra, informou o desenvolvedor principal do consórcio russo Almaz-Antey, Pavel Sozinov.

"A intercepção nas camadas superiores da atmosfera é real. Isto fica a centenas de quilômetros da Terra. Este é um sistema que resolve toda uma gama de tarefas, tanto de defesa aérea quanto de defesa contra mísseis. Atualmente, estamos testando os elementos do sistema com a máxima economia de fundos alocados para os testes", disse Sozinov.

De acordo com o desenvolvedor, o S-500 não tem análogos no mundo e permite uma defesa eficaz contra os mais diversos tipos de veículos aéreos e mísseis.

"Tentamos fazer uma previsão para os próximos 25 anos sobre o desenvolvimento dos meios de ataque aeroespacial e acreditamos que o sistema será muito confiável em termos das características que podem ser alcançadas por um inimigo potencial nesse período de tempo. Assim, o nosso sistema deve ser capaz de combater os meios que ainda não estão disponíveis, mas podem aparecer em cinco, sete ou dez anos", acrescentou Sozinov.

© Foto / Abrir o banco de imagensSistema de defesa antiaérea russo S-400
Sistema russo S-500 será capaz de interceptar alvos a centenas de quilômetros da Terra - Sputnik Brasil
Sistema de defesa antiaérea russo S-400

No início de fevereiro, o vice-ministro da Defesa russo, Aleksei Krivoruchko, disse que em 2020 o complexo estará pronto para ser entregue às Forças Armadas da Rússia.

A principal tarefa do S-500 é combater mísseis balísticos de médio alcance (interceptação independente com alcance de lançamento de até 3,5 mil quilômetros) e mísseis balísticos intercontinentais no segmento final da trajetória, e em alguns casos, no segmento intermédio, explicou o vice-ministro russo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала