Kremlin: 'Acordo do Século' dos EUA para Israel e Palestina contradiz várias resoluções da ONU

© AP Photo / Ariel SchalitÁrabes israelenses carregam bandeira da Palestina durante protesto contra a Lei do Estado Judeu, em Tel-Aviv (foto de arquivo)
Árabes israelenses carregam bandeira da Palestina durante protesto contra a Lei do Estado Judeu, em Tel-Aviv (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Porta-voz da presidência da Rússia, Dmitry Peskov, criticou a nova iniciativa de paz proposta por Trump, dizendo que a mesma contraria várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU.
"Há um conjunto de resoluções do Conselho de Segurança da ONU e está bem claro que algumas cláusulas do plano [de Trump] não correspondem a elas", afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, em entrevista ao canal de TV Rossiya 1.

Por sua vez, ontem (1°), o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, demonstrou sua total discordância em relação ao plano, tendo anunciado o rompimento de todas as relações com os EUA e Israel.

A Liga Árabe e o Irã também rejeitaram a iniciativa do governo americano.

Plano de Trump

No último dia 28, o presidente norte-americano Donald Trump apresentou em Washington o chamado "Acordo do Século", destinado a solucionar o conflito israelense-palestino.

O plano prevê o reconhecimento mútuo dos Estados de Israel e da Palestina, ao passo que 90% dos assentamentos israelenses em terras palestinas se tornariam parte do território de Israel.

© SputnikPlano de Trump para resolver disputas Israel-Palestina
Kremlin: 'Acordo do Século' dos EUA para Israel e Palestina contradiz várias resoluções da ONU - Sputnik Brasil
Plano de Trump para resolver disputas Israel-Palestina
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала