Coronavírus: chega a 9 o número de mortos na China e Pequim alerta sobre mutação

© REUTERS / Kim Kyung-HoonPolicial japonês usa máscara diante de um cartaz com um alerta sobre o coronavírus que teria seu epicentro em Wuhan, na China
Policial japonês usa máscara diante de um cartaz com um alerta sobre o coronavírus que teria seu epicentro em Wuhan, na China - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A China alertou nesta quarta-feira que um vírus do tipo SARS, o coronavírus, pode sofrer mutação e se espalhar, ao mesmo tempo em que o número de mortos em solo chinês subiu para nove e o número de casos chegou a 440 em todo o país.

O coronavírus é transmitido pelo trato respiratório e "existe a possibilidade de mutação viral e maior disseminação da doença", revelou o vice-ministro da Comissão Nacional de Saúde, Li Bin, em entrevista coletiva. O número oficial mais recente aponta para 440 pessoas infectadas na China até o momento.

Anteriormente, pensava-se que o vírus só poderia ser contraído pela exposição a animais doentes, mas os estudos mais recentes apontam para uma transmissão direta de humano para humano, pelas vias aéreas.

A comissão anunciou medidas para conter a doença, já que centenas de milhões de pessoas viajam pelo país para o feriado do Ano Novo Lunar desta semana, incluindo desinfecção e ventilação em aeroportos, estações de trem e shopping centers.

"Quando necessário, as verificações de temperatura também serão implementadas em áreas-chave em locais movimentados", afirmou a comissão em comunicado.

Horas antes do mais recente anúncio de Pequim, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que um total de 282 casos confirmados de uma nova forma de coronavírus foram relatados, 278 deles na China. Casos de pneumonia causada pelo coronavírus foram relatados na Tailândia, Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos.

O epicentro do surto é a cidade chinesa central de Wuhan, onde as autoridades intensificaram as verificações de febre no aeroporto, estações de trem e rodovias, enquanto um importante evento do Ano Novo Lunar, que atrai centenas de milhares de pessoas, foi cancelado.

Além de Wuhan, o vírus foi detectado em 13 cidades e províncias chinesas até o momento, de acordo com a comissão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала