Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Papa Francisco diz que populismo alimenta o antissemitismo

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensPapa Francisco no Vaticano.
Papa Francisco no Vaticano. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Papa Francisco declarou nesta segunda-feira (20) que o populismo tem suas raízes na "indiferença egoísta'' e é terreno fértil para todos os tipos de ódio, incluindo o antissemitismo.

O pontífice fez suas declarações em uma reunião com uma delegação do Centro Simon Wiesenthal, um grupo de direitos humanos dedicado ao combate ao antissemitismo.

Francisco lembrou que em 2016, em peregrinação à Polônia, rezou no local do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau.

O Papa condenou "o ressurgimento bárbaro do antissemitismo'' e o fato de o populismo oferecer terreno fértil "onde o ódio cresce rapidamente''.

O antissemitismo vem ressurgindo na Europa nos últimos tempos, simultaneamente com o renascimento dos movimentos populistas, afirma a agência de notícias Associated Press.

Francisco recomendou incentivar a integração e a compreensão mútua para combater o ódio.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала