Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Após Irã 'deixar de lado' compromissos nucleares, oficial diz que acordo 'ainda não está morto'

© AP Photo / Ministério da Defesa do IrãSistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã
Sistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã - Sputnik Brasil
Nos siga no
O acordo nuclear do Irã com as potências mundiais não foi dissolvido, apesar da decisão de Teerã de abandonar os limites do enriquecimento de urânio exigidos pelo pacto, informou a agência de notícias estatal IRNA, citando um oficial persa nesta terça-feira.

O Irã disse no domingo que está dando um passo atrás em relação a seus compromissos, embora também tenha dito que continuaria a cooperar com o órgão de controle nuclear da ONU.

Seu anúncio coincidiu com uma grande escalada de tensões com Washington após o assassinato pelos EUA do comandante militar iraniano Qassem Soleimani em um ataque de drones na sexta-feira em Bagdá, no Iraque.

O Irã, que afirma que seu programa nuclear é para fins civis, já violou muitas das restrições do pacto em resposta à retirada de Washington do acordo em 2018 e à reimposição de sanções contra Teerã que afetaram a economia do país.

"O acordo nuclear ainda não está morto", comentou o vice-ministro de Relações Exteriores Abbas Araqchi, que também é um negociador nuclear sênior.
© AP Photo / Brendan SmialowskiEm junho de 2015, um conjunto de países aprovou, na cidade suíça de Lausanne, o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), que regula o programa nuclear do Irã
Após Irã 'deixar de lado' compromissos nucleares, oficial diz que acordo 'ainda não está morto' - Sputnik Brasil
Em junho de 2015, um conjunto de países aprovou, na cidade suíça de Lausanne, o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), que regula o programa nuclear do Irã

"Estamos prontos para voltar ao pleno cumprimento do acordo, dependendo do fim das sanções e dos benefícios econômicos do acordo", acrescentou.

Líderes europeus no acordo podem iniciar um processo de resolução de disputas nesta semana que pode levar a renovadas sanções da ONU a Teerã, declararam diplomatas europeus na segunda-feira.

O Irã criticou o Reino Unido, França e Alemanha por não salvar o pacto, protegendo a economia de Teerã das sanções dos EUA.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала