ONU: apoio estrangeiro às partes em conflito na Líbia vai agravar situação

© AP Photo / Mohamed Ben KhalifaSoldados da Líbia instalam arma para combater contra militantes em Al-Ajaylat, perto de Trípoli, Líbia, 21 de fevereiro de 2015
Soldados da Líbia instalam arma para combater contra militantes em Al-Ajaylat, perto de Trípoli, Líbia, 21 de fevereiro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-porta-voz do secretário-geral da ONU, Farhan Haq, declarou nesta sexta-feira (3) que qualquer apoio externo às partes em conflito na Líbia só agravaria o conflito.

Haq disse que o secretário-geral da ONU, António Guterres, alerta que a contínua violação do embargo de armas imposto pela resolução 1970 do Conselho de Segurança da ONU apenas agrava a situação.

"O secretário-geral pede novamente o cessar-fogo imediato na Líbia e a retomada do diálogo político. Qualquer apoio externo às partes em conflito agravaria ainda mais o conflito e dificultaria a solução política e pacífica", diz o comunicado.

Para Guterres, a estrita observância do embargo de armas é extremamente importante para criar condições favoráveis que levem à interrupção das hostilidades na Líbia.

Na quinta-feira (2), o parlamento turco aprovou o envio de tropas para ajudar o Governo de Acordo Nacional (GNA), sediado em Trípoli e reconhecido pela ONU.

O GNA está sobre cerco das forças leais ao comandante do Exército Nacional da Líbia, marechal Khalifa Haftar, baseadas no leste da Líbia, desde abril do ano passado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала