- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Veleiro russo chega ao Rio para comemorar 200 anos da descoberta da Antártica (FOTOS, VÍDEO)

© Sputnik / Serguei MoninO veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No âmbito da expedição de vela mundial Sibéria–Antártica–Sibéria, que celebra os 200 anos da descoberta da Antártica pelos marinheiros russos, o Rio de Janeiro recebe o veleiro russo Sibir (Sibéria) no período de 27 de dezembro de 2019 a 2 de janeiro de 2020.

A Expedição do veleiro Sibir é realizada sob o comando do capitão Sergei Scherbakov, que disse em entrevista à Sputnik Brasil que o principal significado da viagem é comemorar os 200 anos do momento do descobrimento da Antártica pelos russos.

"No ano de 1820 descobriram o mais extremo, o último continente no nosso planeta. E isso foi feito pelos russos. Então foi a maior descoberta geográfica dos últimos 200 anos", disse o capitão do veleiro Sibir.

A expedição já dura há meio ano e a duração total da viagem do veleiro será de 15 meses, devendo passar por mais de 20 países ao redor do mundo e por seis continentes, somando mais de 30 mil milhas náuticas.

"E nós estamos muito felizes de encontrar os moradores brasileiros. Aqui existem muito cidadãos russos e muitos amigos nossos, isso é muito importante, porque os oceanos não devem separar, mas devem unir. Nós não fazemos isso para sair para o oceano, mas para atravessá-lo e encontrar com pessoas", completou Sergei Scherbakov."Nós partimos da Sibéria, da nossa cidade Omsk, que fica localizada no meio do continente. Para sair para o oceano, nós tivemos que passar por rios e baías de 4.000 quilômetros. Então nós saímos no Oceano Ártico, no Mar de Kara, passamos pela parte ocidental da Rota Marítima do Norte , entramos em São Petersburgo através do Canal Mar Branco-Báltico, e daí Europa, África, América, e Brasil, que é o nosso primeiro país na América do Sul que chegamos após a travessia do oceano", afirmou o capitão. 

© Sputnik / Serguei MoninO iate russo Sibir (Sibéria) chega ao Rio de Janeiro para comemorar os 200 anos da segunda expedição imperial russa que avistou pela primeira vez a Antártica.
O veleiro russo Sibir (Sibéria) chega ao Rio de Janeiro para comemorar os 200 anos da segunda expedição imperial russa que avistou pela primeira vez a Antártica - Sputnik Brasil
1/5
O iate russo Sibir (Sibéria) chega ao Rio de Janeiro para comemorar os 200 anos da segunda expedição imperial russa que avistou pela primeira vez a Antártica.
© Sputnik / Serguei MoninBandeiras hasteadas no mastro do veleiro russo Sibir durante a expedição rumo à Antártica.
Bandeiras hasteadas no mastro do veleiro russo Sibir durante a expedição rumo à Antártica - Sputnik Brasil
2/5
Bandeiras hasteadas no mastro do veleiro russo Sibir durante a expedição rumo à Antártica.
© Sputnik / Serguei MoninO veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro.
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro - Sputnik Brasil
3/5
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro.
© Sputnik / Serguei MoninTripulação da veleiro russo Sibir recebe visitantes visitantes no Rio de Janeiro durante a expedição Sibéria-Antártica-Sibéria.
Tripulação da veleiro russo Sibir recebe visitantes visitantes no Rio de Janeiro durante a expedição Sibéria-Antártica-Sibéria - Sputnik Brasil
4/5
Tripulação da veleiro russo Sibir recebe visitantes visitantes no Rio de Janeiro durante a expedição Sibéria-Antártica-Sibéria.
© Sputnik / Serguei MoninO veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro.
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro - Sputnik Brasil
5/5
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro.
1/5
O iate russo Sibir (Sibéria) chega ao Rio de Janeiro para comemorar os 200 anos da segunda expedição imperial russa que avistou pela primeira vez a Antártica.
2/5
Bandeiras hasteadas no mastro do veleiro russo Sibir durante a expedição rumo à Antártica.
3/5
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro.
4/5
Tripulação da veleiro russo Sibir recebe visitantes visitantes no Rio de Janeiro durante a expedição Sibéria-Antártica-Sibéria.
5/5
O veleiro russo Sibir (Sibéria) ancorado no Iate Clube, no Rio de Janeiro.
Neste sábado, 28 de dezembro, será realizado às 15h um encontro da tripulação com a comunidade russa local e os cidadãos brasileiros na Igreja Ortodoxa Russa, que fica no bairro de Santa Teresa, na rua Monte Alegre, 210.

Já no dia 30 de dezembro, o veleiro fica aberto para visitação do público, das 10h às 17h, no Iate Clube do Rio de Janeiro (Av. Pasteur, 333, Urca).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала