Militares dos EUA buscam táticas para evitar 'interferência russa' em 2020, diz jornal

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensEleições presidencias dos EUA.
Eleições presidencias dos EUA. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Comando Cibernético dos EUA está desenvolvendo táticas de guerra de informação para atingir oficiais e oligarcas da Rússia a fim de prevenir uma possível interferência de Moscou na campanha presidencial de 2020.

A revelação foi feita na quarta-feira (25) pelo jornal The Washington Post. Segundo publicou o jornal, as táticas provavelmente não teriam como alvo o presidente da Rússia, Vladimir Putin, já que tal medida poderia ser considerada provocativa demais.

A fonte do jornal disse na quarta-feira que a ideia era demonstrar que os dados pessoais das autoridades russas poderiam ser atingidos em caso de tentativa de interferência na campanha de 2020. As autoridades dos EUA se recusaram a comentar o assunto.

Os EUA acusaram repetidamente a Rússia de interferir na campanha presidencial de 2016, que terminou com a vitória do atual presidente norte-americano, Donald Trump.

Moscou refutou tais acusações desde o início, dizendo que as alegações dos EUA são invenções usadas como pretexto para a derrota do candidato democrata e para desviar a atenção do público de problemas internos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала