Campo minado da 2° Guerra Mundial descoberto no fundo do golfo da Finlândia

© Sputnik / Sergei Gueneev / Abrir o banco de imagensPresidente russo Vladimir Putin mergulha em submersível no fundo do golfo da Finlândia para inspecionar o submarino Shch-308, que afundou durante a Segunda Guerra Mundial, 27 de Julho de 2019
Presidente russo Vladimir Putin mergulha em submersível no fundo do golfo da Finlândia para inspecionar o submarino Shch-308, que afundou durante a Segunda Guerra Mundial, 27 de Julho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente russo participou de uma cerimônia subaquática, no início do último verão, de colocação de uma placa memorial no casco de um submarino naufragado da Segunda Guerra Mundial. Uma varredura de segurança descobriu desagradáveis surpresas.

O presidente, acompanhado pelo ministro russo da Defesa, Sergei Shoigu, viajou em julho último para a ilha de Hogland, no golfo da Finlândia, para colocar uma placa memorial no casco do submarino naufragado Sch-308 Semga, em homenagem aos 40 submarinistas mortos em 1942.

O almirante da Frota do Mar Báltico Aleksandr Nosatov afirmou agora em entrevista para a mídia ter sido descoberto um campo minado no fundo do mar na área que Putin visitou. Todas as minas foram desativadas por drones subaquáticos, segundo o almirante.

Durante as varreduras de segurança na área, efetivos da Marinha identificaram e neutralizaram aproximadamente vinte explosivos da época da Segunda Guerra Mundial. Porém, somente em 2019, foram neutralizados ao todo mais de sete mil dispositivos explosivos, comenta Nosatov.

Vladimir Putin observou a embarcação submersível naufragada no período da Grande Guerra Patriótica, o submarino Sch-308 Semga.

O submarino Sch-308, comissionado em 1933, desapareceu durante uma missão em 1942. A embarcação foi descoberta durante uma expedição marítima em 2018 e acredita-se que teria sido atingida por uma mina. Em julho deste ano, a Sociedade Russa de Geografia organizou uma expedição subaquática para estudar o submarino afundado.

"Hoje, esta é menos uma tripulação desaparecida e que consideramos como morta pela Pátria" declarou Putin após a cerimônia, que incluiu um minuto de silêncio pela memória dos militares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала