EUA são país devedor empenhado em sufocar países solventes, afirma chancelaria russa

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensEdifício da chancelaria russa, em Moscou (foto de arquivo)
Edifício da chancelaria russa, em Moscou (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, afirmou que os Estados Unidos se empenham em sufocar nações solventes enquanto vivem à custa de créditos, como demonstram as sanções contra os gasodutos Nord Stream 2 e TurkStream.

Segundo a diplomata russa, "em breve vão exigir para que paremos de respirar imediatamente", acrescentando que muitos vão obedecer a esta ordem.

"Um país com US$ 22 bilhões de dívida pública proíbe a outros, solventes, de desenvolver o sector real da economia! A ideologia estadunidense de viver à custa de créditos foi incapaz de suportar a concorrência global, como regularmente demonstram os mandados de arrestos econômicos do Departamento do Tesouro", escreveu Zakharova em sua página no Facebook.

O presidente dos EUA, Donald Trump, ratificou nesta sexta-feira (20) a Lei de Autorização de Defesa Nacional (NDAA), de US$ 738 bilhões, que inclui sanções contra os gasodutos Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2) e TurkStream, bem como contra a Turquia e a Síria, juntamente com outras medidas.

Vale destacar que neste sábado (21) a empresa suíça Allseas suspendeu o seu trabalho no projeto Nord Stream 2 por causa da ameaça de sanções por parte de Washington, segundo indica o comunicado da empresa.

Junto com a empresa italiana Saipem, Allseas tinha como missão a instalação das condutas do Nord Stream 2.

Anteriormente as autoridades russas advertiram que a introdução de sanções construirá uma violação do direito internacional sendo um exemplo de concorrência desleal, mesmo não pondo em causa a construção do gasoduto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала