Marinha dos EUA libera VÍDEO de exercícios navais no golfo Pérsico em meio a tensões com Irã

© AP Photo / Hassan AmmarPorta-aviões norte-americano Abraham Lincoln ao lado de caças F-18 durante exercícios no golfo Pérsico
Porta-aviões norte-americano Abraham Lincoln ao lado de caças F-18 durante exercícios no golfo Pérsico - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Marinha dos Estados Unidos libera imagens de recentes exercícios conduzidos no golfo Pérsico divulgando testes de sistemas de mísseis guiados MK-60 Griffin.

Os exercícios anuais foram realizados com o aperfeiçoado sistema de misseis Griffin (GMS, na sigla em inglês) para testar a interoperabilidade entre navios, a aplicação de tácticas de armas e as atualizações do novo sistema.

"Os exercícios demonstraram a capacidade comprovada dos navios para se defenderem contra ameaças de pequenos barcos e garantir a segurança marítima ao longo dos principais pontos estreitos estratégicos dentro da área de responsabilidade do Comando Central dos EUA, conectando o Mediterrâneo com o Pacífico através do oceano Índico ocidental e três pontos estreitos estratégicos", lê-se no comunicado emitido pela Marinha, relata o portal Defence Blog.

"Este sistema aumenta a capacidade de combate das nossas 10 embarcações de patrulhamento, prontas para trabalhar e reagir a ameaças; capazes de manobrar e atacar à distância", ressaltou o comandante da 5ª Frota dos EUA, vice-almirante Jim Malloy.

Ansiosos para integrar e demonstrar os modernizados mísseis guiados Griffin em seus navios, cada capitão ficou impressionado com as capacidades dos mísseis e desempenho da tripulação durante os exercícios.

"Os dados recolhidos depois da realização dos exercícios deste ano vão contribuir para melhorar o GMS para proporcionar maior letalidade aos nossos navios das Forças Navais de Implantação Avançada (FDNF, na sigla em inglês)", declarou um dos capitães.

A nova versão dos mísseis navais Griffin foi desenvolvida para encontrar medidas duradouras para derrotar lanchas rápidas inimigas que atormentam a navegação nos estreitos e águas internacionais.

De acordo com CNBC, durante anos a Marinha dos EUA tem reclamado sobre as lanchas rápidas iranianas que alegadamente estão atormentando a navegação no golfo Pérsico. As referidas lanchas rápidas de ataque são frequentemente comandadas pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала