'Nossos sucessos deixam EUA nervosos': especialista militar comenta testes do míssil BrahMos

© Sputnik / Aleksei Danichev / Abrir o banco de imagensMíssil russo-indo BrahMos
Míssil russo-indo BrahMos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Especialista militar comentou os testes do míssil supersônico russo-indiano e afirmou que o BrahMos representa a colaboração bem-sucedida da Rússia e da Índia em uma área "sensível" para os EUA.

A Força Aérea da Índia publicou no seu Twitter um vídeo de testes do míssil de cruzeiro supersônico russo-indiano BrahMos.

Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, Andrei Koshkin, especialista militar e acadêmico da Universidade Russa de Economia Plekhanov, comentou os testes e chamou atenção para as perspectivas da cooperação militar entre a Rússia e a Índia.

"As relações entre a Rússia e a Índia, historicamente, são calorosas e mutuamente vantajosas. A Índia aprecia o compromisso da Rússia e a qualidade do armamento, com certeza", disse Andrei Koshkin.

Segundo o especialista, a Rússia é um fornecedor de armas de boa qualidade, e é por isso que os parceiros indianos participam de bom grado da cooperação técnico-militar na produção conjunta de armas.

"O míssil testado representa precisamente os nossos sucessos conjuntos em uma área bastante 'sensível' e isso, em certa medida, deixa os EUA nervosos. Os Estados Unidos queriam deslocar o seu equilíbrio de colaboração do Paquistão para a Índia, como um país que poderia equilibrar, como eles pensam, 'as ameaças da China a todo o mundo e especialmente aos EUA'", explicou o cientista militar.

No entanto, de acordo com Koshkin, vemos uma vontade da Índia em criar novas armas em conjunto com a Rússia e também em "explorar a vastidão do espaço exterior".

O míssil ar-terra foi lançado por um caça Su-30MKI, depois do que ele atingiu o alvo perto da costa do estado indiano de Odisha.

A empresa russo-indiana BrahMos, criada em 1998, produz mísseis de cruzeiro e lançadores de mísseis, sistemas de controle de mísseis, equipa os armazéns e também é responsável pela formação das tripulações, reparações e modernização dos mísseis.

O míssil BrahMos pode atingir uma velocidade que supera em 2,5-2,8 vezes a velocidade do som. Pode ser lançado desde submarinos, navios de superfície, lançadores de mísseis costeiros e também de aviões.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала