Homem abre fogo em Moscou e deixa 1 funcionário do FSB morto; atirador foi eliminado (VÍDEOS)

© REUTERS / Shamil ZhumatovUm atirador abriu fogo no centro de Moscou perto do prédio do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) na quinta-feira (19).
Um atirador abriu fogo no centro de Moscou perto do prédio do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) na quinta-feira (19). - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um atirador abriu fogo no centro de Moscou perto do prédio do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) nesta quinta-feira (19). O incidente foi classificado pelas autoridades como um "ato de terrorismo".

O Serviço Federal de Segurança da Rússia confirmou que o atirador foi neutralizado e eliminado. A identidade do atirador está sendo determinada pelo FSB.

"Desconhecido abriu fogo perto da casa 12 da rua 'Bolshaya Lubyanka'. Há feridos. O agressor foi neutralizado. Sua identidade está sendo estabelecida", informou o FSB.

O FSB negou relatos de vários meios de comunicação de que havia três homens que abriram fogo no centro de Moscou, destacando que o agressor estava sozinho. O Serviço Federal de Segurança classificou o incidente como um "ato de terrorismo"

O Ministério da Saúde confirmou a repórteres que cinco pessoas ficaram feridas em decorrência do tiroteio.

Imagens da cena que circularam nas redes sociais mostram a movimentação de vários policiais, além do som de tiros.

​Mais do centro de Moscou

A porta-voz do Comitê de Investigações da Rússia, Svetlana Petrenko, declarou que foi instaurado um processo criminal pelo ataque às vidas dos agentes policiais.

Já o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, declarou que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, está sendo "operativamente informado" sobre o tiroteio no centro de Moscou. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала