EUA pretendem criar frota de navios-drones, de acordo com funcionário do Pentágono

© AP Photo / Bebeto MatthewsNavio USS Arlington da Marinha dos EUA (foto de arquivo)
Navio USS Arlington da Marinha dos EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Especialistas da Marinha dos EUA querem iniciar o desenvolvimento de novíssimos navios não tripulados, afirmou o funcionário da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa Andrew Nuss.

O funcionário da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) Andrew Nuss afirmou ao jornal britânico The Times que a futura frota de drones navais na aparência terá diferenças mínimas dos navios tradicionais. No entanto, as unidades navais "inteligentes" poderão operar de forma autossuficiente durante muito tempo, sem entrar em portos e também poderão interagir umas com as outras sem intervenção humana.

O protótipo do futuro agrupamento poderia estar pronto até 2023, sugeriu o especialista militar.

Nuss sublinhou que atualmente o Pentágono está consultando sobre o projeto possíveis empreiteiros e outras partes interessadas.

Em 2020, o departamento militar estadunidense planeja alocar para o desenvolvimento de navios-drones cerca de US$ 630 milhões (R$ 2,5 bilhões).

No início de dezembro, o serviço russo da rádio Sputnik informou que para o próximo ano o Congresso estadunidense incluiu no orçamento de defesa sanções contra os gasodutos Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2) e TurkStream (Corrente Turca).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала