EUA aumentam presença no Oriente Médio com 14 mil militares desde maio

© REUTERS / Lisa FerdinandoSecretário de Estado dos EUA, Mark Esper (foto de arquivo)
Secretário de Estado dos EUA, Mark Esper (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos enviaram 14 mil soldados adicionais para o Oriente Médio desde maio devido à contínua influência maligna do Irã na região, disse o secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, nesta sexta-feira (13).

"Os esforços [do Irã] aumentaram nos últimos meses, ao atacar alvos na Arábia Saudita, interromper o transporte comercial pelo Estreito de Hormuz, derrubar veículos aéreos não tripulados dos Estados Unidos no espaço aéreo internacional e fornecer apoio a representantes, incluindo os houthis, o Hezbollah e grupos de milícias xiitas no Iraque", disse Esper.

De acordo com o secretário de Defesa dos EUA, os 14 mil militares adicionais foram enviados à região para "aumentar ainda mais a dissuasão e demonstrar nosso compromisso com nossos aliados e parceiros".

Em setembro, Esper anunciou que o presidente Donald Trump havia aprovado o envio de forças adicionais e armas dos Estados Unidos para a Arábia Saudita após ataques com mísseis nas instalações de petróleo do país.

Trump notificou o Congresso em novembro que tropas adicionais serão enviadas para a Arábia Saudita para defender o país contra o Irã e cerca de 3 mil militares permanecerão no país do príncipe Mohammad bin Salman até quando a situação exigir. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала