Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Erdogan: Turquia não desistirá do S-400 russo pelo Patriot americano

© REUTERS / Bernadett SzaboPresidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, durante conferência de imprensa (foto de arquivo)
Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, durante conferência de imprensa (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que seu país não desistirá dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 para comprar sistemas de mísseis antiaéreos Patriot dos EUA.

"Não podemos desistir do S-400 para comprar o Patriot. Esta página está fechada. Mas se os EUA nos oferecerem as condições certas, também compraremos os seus complexos. Porque queremos diversificar nossos sistemas de defesa antiaérea", afirmou Erdogan ao canal TRT.

De acordo com o líder turco, o presidente francês, Emmanuel Macron, expressou surpresa que a Turquia, como membro da OTAN, comprou o S-400. Como resposta, Erdogan comentou que não deve satisfação sobre suas compras.

No início de dezembro, o membro do Conselho de Segurança e Política Externa da administração presidencial turca, Ismail Safi, declarou que a aquisição turca de sistemas russos de defesa antiaérea S-400 não reduzirá, mas reforçará a capacidade de defesa da OTAN.

Entrega dos sistemas russos

Em meados de julho, deu-se início às entregas dos S-400, causando a crise nas relações da Turquia com os EUA. Segundo o presidente turco, os complexos russos estarão plenamente em serviço já em abril de 2020.

© AFP 2021 / Ministério da Defesa da TurquiaPrimeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia, Murted Airport, perto de Ancara
Erdogan: Turquia não desistirá do S-400 russo pelo Patriot americano - Sputnik Brasil
Primeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia, Murted Airport, perto de Ancara

Washington exigiu que Ancara recusasse o acordo e, em troca, optasse pela compra dos complexos americanos Patriot, ameaçando atrasar ou mesmo cancelar a venda dos mais recentes caças F-35 à Turquia, bem como introduzir sanções segundo o Ato de Neutralização de Oponentes da América por Sanções (CAATSA, na sigla em inglês). Ancara recusou-se a fazer concessões.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала