Coreia do Norte diz que desnuclearização não está mais na agenda das negociações com EUA

© REUTERS / Kim Hong-JiTelevisão sul coreana transmite imagens dos lançamentos de mísseis efetuados pela Coreia do Norte, no dia 28 de novembro de 2019
Televisão sul coreana transmite imagens dos lançamentos de mísseis efetuados pela Coreia do Norte, no dia 28 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador da Coreia do Norte na ONU, Kim Song, disse que a desnuclearização de seu país não está incluída na agenda de negociações dos EUA.

"Não precisamos manter longas conversas com os EUA agora, e a desnuclearização não está mais incluída na agenda de negociações", disse o diplomata, citado pela Reuters.

Kim Song argumentou em um comunicado que o "diálogo duradouro e substancial" exigido pelos EUA nada mais era do que uma "tática dilatória" ligada à agenda política interna do país norte-americano no contexto das eleições presidenciais de novembro de 2020.

Anteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, não descartou a possibilidade de usar força militar contra a Coreia do Norte, caso seja necessário.

​O chefe do Estado Maior do Exército Popular Coreano, Pak Jong-chon, alertou que Pyongyang retaliará Washington em caso de uso da força militar.

Desde 2018, os líderes dos EUA e da Coreia do Norte, Donald Trump e Kim Jong-un, realizam três reuniões nas quais concordaram em avançar para a desnuclearização da península e a normalização das relações.

No entanto, as negociações entre Pyongyang e Washington para desnuclearizar a península ficaram paralisadas nos últimos meses.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала