Saab pode fechar contrato bilionário de fornecimento de 114 Gripen à Índia, segundo mídia

CC0 / Robert Sullivan / Saab Gripen E 39-8 SKACaça sueco Gripen E 39-8, da empresa Saab
Caça sueco Gripen E 39-8, da empresa Saab - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Saab está disputando um contrato bilionário, junto com a Boeing e a Lockheed Martin, para o fornecimento de 114 aeronaves à Força Aérea da Índia.

Caso consiga fechar o acordo de aproximadamente US$ 15 bilhões (R$ 63 bilhões), a Saab quer o controle sobre a fábrica local, já que o governo indiano exige que pelo menos 85% das aeronaves sejam fabricadas no país em parceria com empresas indianas.

"Se uma empresa precisa assumir a responsabilidade pela qualidade, tempo, custo e capacidade exigida pela Índia, então eu quero ter algum controle sobre isso", afirmou o presidente da Saab, Micael Johansson, segundo o portal Bloomberg.

Os concorrentes dos Gripen da sueca Saab são os F/A-18A da Boeing, os F-21 da Lockheed Martin, para além dos Eurofighter Typhoon e dos Rafale da Dassault Aviation.

"Nós apenas precisamos encontrar um mecanismo e tipo de equilíbrio entre investir e ter algum tipo de controle, e não sermos responsáveis por coisas que não podemos controlar no mercado indiano", afirmou Johansson.

© AP Photo / Anders WiklundO primeiro protótipo do caça Gripen E da empresa sueca Saab
Saab pode fechar contrato bilionário de fornecimento de 114 Gripen à Índia, segundo mídia - Sputnik Brasil
O primeiro protótipo do caça Gripen E da empresa sueca Saab

A Índia permite até 49% do investimento direto estrangeiro em defesa, podendo essa percentagem aumentar caso a empresa forneça "acesso à tecnologia moderna".

A Saab havia fechado um acordo de 36 caças Gripen para o Brasil em 2013, e está disputando o fornecimento de 64 caças à Finlândia, além da licitação canadense de 88 aeronaves. Além disso, a empresa sueca está analisando um fornecimento à Croácia.

Caso a Saab vença a disputa pelo fornecimento na Índia, a primeira aeronave deverá ser entregue dentro de três anos, após o contrato.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала