Homem mais rico da Europa perde US$ 1,5 bilhão por dia após ameaça de sanções dos EUA

© AP Photo / Alex BrandonPresidente dos EUA Donald Trump durante cerimônia para comemorar o 75º aniversário do Dia D, Normandia, França, 6 de junho de 2019
Presidente dos EUA Donald Trump durante cerimônia para comemorar o 75º aniversário do Dia D, Normandia, França, 6 de junho de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O bilionário mais rico da Europa, Bernard Arnault, perdeu uma pequena fortuna de US$ 1,5 bilhão em um único dia após a ameaça do presidente dos EUA de introduzir tarifas sobre produtos de luxo franceses.

Arnault é o proprietário da holding LVMH, que fabrica precisamente os produtos atacados por Donald Trump. O presidente dos EUA prometeu impor tarifas de até 100% sobre 2,4 bilhões de dólares em produtos franceses, como champanhe, queijo e bolsas.

A medida seria uma resposta à decisão da França de introduzir um imposto sobre os serviços digitais de gigantes da tecnologia dos EUA, como Google, Facebook e Amazon.

Após a declaração de Washington sobre tarifas, as ações da LVMH caíram 1,5%, enquanto o valor líquido da fortuna de Arnault caiu para US$ 103,7 bilhões, segundo os últimos dados da Forbes.

LVMH é um dos maiores produtores de champanhe do mundo através da vinícola Moet & Chandon. O grupo também fabrica e vende marcas de moda como Bulgari, Christian Dior, Fendi e Marc Jacobs.

Apenas uma semana antes, o patrimônio líquido de Arnault tinha aumentado depois da LVMH ter adquirido a icônica joalheria Tiffany por US$ 16 bilhões.

De acordo com o ranking da Forbes dos bilionários mais ricos do mundo, a compra colocou Arnault brevemente na segunda posição, com um patrimônio líquido estimado em US$ 107,8 bilhões à frente do fundador da Microsoft, Bill Gates. Agora, Arnault, graças ao Trump, continua sendo "apenas" o terceiro bilionário mais rico do mundo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала