Israelenses vão às ruas pedir a renúncia de Netanyahu

© AP Photo / Sebastian ScheinerPrimeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu (Foto de aquivo)
Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu (Foto de aquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Milhares de manifestantes se reuniram na praça Habima, em Tel Aviv, para exigir a renúncia do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Dias depois de um ato em apoio ao premiê, opositores foram às ruas levando cartazes com os dizeres "Democracia forte, Israel forte" e "Netanyahu, renuncie, Israel é mais importante", escreve o Times of Israel. 

Já estamos aqui. Peça e exija que Netanyahu renuncie. Junte-se a nós.​

O evento foi organizado pelo grupo Movimento pela Qualidade do Governo. Algumas fontes estimam que cerca de 5 mil pessoas estiveram presentes no início do protesto. Outras dizem que ao menos 6 mil pessoas estiveram no local. Os organizadores, no entanto, falam em 15 mil.

Em 21 de novembro, o procurador-geral Avichai Mandelblit apresentou acusações de corrupção contra o primeiro-ministro israelense, que se disse alvo de uma "tentativa de golpe" para tomar o poder dele. 

​Milhares protestam em Tel Aviv para pedir a saída de Netanyahu.

O aumento das tensões em torno do premiê ocorre em meio a uma possível dissolução do parlamento, o Knesset, caso o Likud, partido de direita liderado por Netanyahu, e a aliança Azul e Branca, da oposição, não consigam formar um governo de unidade até o dia 11 de dezembro.

Se um governo não for formado, Israel convocará uma terceira rodada de eleições antecipadas, algo sem precedentes. Isso porque nas duas eleições realizadas neste ano, em abril e setembro, nenhum partido conseguiu obter a maioria no Knesset.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала