Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro viajará à Rússia para cúpula do BRICS em julho de 2020, diz Onyx Lorenzoni

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensPresidente russo Vladimir Putin e presidente brasileiro Jair Bolsonaro em Brasília, durante cúpula do BRICS (imagem de arquivo)
Presidente russo Vladimir Putin e presidente brasileiro Jair Bolsonaro em Brasília, durante cúpula do BRICS (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, visitará a Rússia em julho de 2020 para participar da próxima cúpula do BRICS, declarou à Sputnik o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

O ministro destacou a importância da Rússia, acrescentando que o governo russo "deu um suporte muito bom" ao presidente Jair Bolsonaro durante a cúpula do BRICS.

A visita do ministro da Casa Civil do Brasil é fruto da relação bilateral entre os dois países, e tem como objetivo coordenar o programa brasileiro de parceria de investimentos que possui um amplo portfólio de oportunidades em diversas áreas de fundamental importância para Brasil e Rússia.

"Ele virá em julho para a reunião da cúpula do BRICS. Isso está certo", afirmou o Onyx Lorenzoni, que está participando do Seminário "Oportunidades de Investimento no Brasil", realizado em Moscou.
© REUTERS / Adriano MachadoO presidente russo, Vladimir Putin, é recebido por Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, durante a 11ª Cúpula do BRICS
Bolsonaro viajará à Rússia para cúpula do BRICS em julho de 2020, diz Onyx Lorenzoni - Sputnik Brasil
O presidente russo, Vladimir Putin, é recebido por Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, durante a 11ª Cúpula do BRICS

Com isso, o governo brasileiro pretende abrir espaços para realizar mais e melhores negócios através de projetos apresentados durante o seminário empresarial promovido pela Rússia.

Além disso, o ministro também informou que o Brasil participará de eventos comemorativos em Moscou, relacionados ao 75° aniversário da derrota do nazismo, na Segunda Guerra Mundial, que será celebrado no dia 9 de maio de 2020.

"Ele [o presidente Jair Bolsonaro] deverá vir ou enviar um representante, que, inclusive, pode ser até eu mesmo", afirmou.

Por fim, o ministro afirmou que os dois países devem estreitar ainda mais as relações, favorecendo o comércio bilateral.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала