Mistério da Casa Branca: oficiais ainda não sabem o que violou espaço aéreo de Washington

© REUTERS / Jonathan ErnstFuncionário do serviço de segurança da Casa Branca busca algo no céu durante fechamento da sede da presidência dos EUA
Funcionário do serviço de segurança da Casa Branca busca algo no céu durante fechamento da sede da presidência dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Oficiais de segurança norte-americanos ainda estão tentando decifrar o disparou o alerta de segurança da capital dos EUA na terça-feira (26), quando jatos foram mobilizados e a Casa Branca foi temporariamente fechada.

Na terça-feira (26), uma alegada violação do espaço aéreo da capital norte-americana, Washington, levou a Força Aérea dos EUA a mobilizar seus caças e a fechar temporariamente a Casa Branca, o Capitólio e outros edifícios relevantes da capital.

"Nós não sabemos o que diabo foi aquilo", afirmou um oficial de segurança ao canal Fox News.

Membros do aparato de segurança declararam que o alerta pode ter sido disparado por drones, pássaros, ou ainda por "anomalias climáticas".

Para complicar a situação, as agências de segurança receberam informações diferentes acerca do local e do objeto que teria violado o espaço aéreo da Casa Branca.

Flagrada durante o fechamento: uma bateria de mísseis em posição no topo de um prédio do outro lado da rua da Casa Branca

Alguns oficiais foram informados de que o objeto "pairava" no ar, outros receberam a informação de sua velocidade em "nós", de acordo com fontes ouvidas pelo canal.

Os oficiais entraram em regime de "Air Con Orange", que indica que uma aeronave suspeita invadiu o espaço aéreo da capital dos EUA.

Mas o regime laranja deve ser acionado somente por alguns minutos, após os quais o nível do alerta deve subir ou descer, de acordo com a ameaça detectada.

© REUTERS / Loren ElliottO prédio do Capitólio visto no por do sol, no Distrito Federal de Washington, nos EUA, em 22 de novembro de 2019
Mistério da Casa Branca: oficiais ainda não sabem o que violou espaço aéreo de Washington  - Sputnik Brasil
O prédio do Capitólio visto no por do sol, no Distrito Federal de Washington, nos EUA, em 22 de novembro de 2019

Mas nada disso ocorreu na terça-feira (26). A polícia do Capitólio enviou a notificação de presença de ameaça potencial pouco antes das 8h30 no horário local (10h30 no horário de Brasília) e liberou a entrada de pessoas cerca de 30 minutos depois.

Forças de segurança inicialmente declararam que uma aeronave voando no sentido leste teria violado o espaço aéreo da cidade e causado o alerta.

Mas agora oficiais acreditam que o melhor é checar os radares mais uma vez, a fim de determinar o que exatamente causou o desarranjo, dizendo que "no mínimo, recebemos sinais contraditórios" sobre o objeto voador.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала