América Latina se levanta contra FMI e capitalismo selvagem, afirma Maduro

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensPresidente venezuelano Nicolás Maduro fala perante apoiadores em Caracas, Venezuela
Presidente venezuelano Nicolás Maduro fala perante apoiadores em Caracas, Venezuela - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, assegurou que os povos latino-americanos saíram às ruas como uma medida de exclusão do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do capitalismo.

Maduro afirmou que a Venezuela se revoltou contra o neoliberalismo, para dar lugar ao "socialismo bolivariano" que será mantido pelo bem de seus cidadãos.

"Por que o povo da Colômbia está nas ruas aos milhões? Por que o povo do Chile está nas ruas aos milhões? Por que o povo do Equador saiu às ruas aos milhões? Porque a América Latina se levanta contra o Fundo Monetário Internacional, contra o capitalismo selvagem", discursou Nicolás Maduro durante a entrega de residências.

Vale destacar que o programa da casa própria foi aprovado por Maduro também para o próximo ano. Espera-se que 500 mil casas sejam construídas.

"Procederei para aprovar o plano para 2025 e a meta anual de 2020 manterei em 500.000 residências, com recursos e investimentos necessários em bolívares, petro e moedas convertíveis", afirmou.

"A Grande Missão Habitação demonstrou que é possível viver na cidade como cidadão tendo todas suas garantias, Venezuela se transformou em referência mundial em matéria de direito à casa própria", acrescentou Maduro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала