Mísseis chineses poderiam superar radares dos EUA, aponta relatório

© Foto / PLA DailyTeste de míssil chinês (imagem do arquivo)
Teste de míssil chinês (imagem do arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Marinha dos EUA possui sistema de radar incapaz de apoiar e proteger sua frota contra os mísseis de longo alcance da China, segundo relatório do Instituto Hudson.

O relatório também alerta para a incapacidade de os EUA lidarem com as forças chinesas em um eventual combate, advertindo que a Marinha norte-americana não possui recursos de inteligência, vigilância e reconhecimento capazes de fornecer informações precisas nos campos de batalha atuais.

"Entre as mais importantes está a capacidade de eliminar um adversário, no qual o alcance das armas é tão crítico quanto a capacidade de atingir o adversário eficientemente", aponta o relatório.

O instituto também indica que os adversários norte-americanos seriam capazes de superar os EUA na fase inicial de uma eventual batalha, o que forçaria Washington a decidir entre aceitar as altas baixas ou ceder uma região operacional.

© AFP 2022 / Greg BakerVeículo militar levando o míssil chinês DF-21D
Mísseis chineses poderiam superar radares dos EUA, aponta relatório - Sputnik Brasil
Veículo militar levando o míssil chinês DF-21D

Por outro lado, a China segue desenvolvendo seu potencial, criando mísseis de longo alcance capazes de deixar as forças navais norte-americanas em risco a uma distância significativa do continente chinês.

Um exemplo disso são os mísseis YJ-12, com alcance de 400 quilômetros, YJ-18, com alcance de 540 quilômetros e o míssil supersônico antinavio CM-401, com alcance de 290 quilômetros.

Um relatório do Pentágono também revela que os chineses possuem dois mísseis balísticos "desconhecidos", que seriam semelhantes aos mísseis Dong Feng-21, entretanto, com alcance elevado para três ou quatro mil quilômetros.

A Marinha norte-americana possui planos de obter uma quantidade maior de drones de busca e salvamento, entretanto, mesmo que utilize drones Triton com alcance de mais de 3.000 quilômetros, eles seriam insuficientes para elevar a segurança necessária à Marinha dos EUA, deixando as forças do país em uma situação um tanto quanto difícil perante o desenvolvimento chinês, segundo o portal Defense News.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала