Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Colômbia: manifestantes marcam novo ato após morte de estudante

© REUTERS / Luisa GonzalezManifestação em apoio ao estudante Dilan Cruz, morto pela repressão na Colômbia.
Manifestação em apoio ao estudante Dilan Cruz, morto pela repressão na Colômbia. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Sindicatos e grupos de estudantes colombianos realizarão outro protesto na quarta-feira (27) em homenagem a um manifestante que morreu após ser ferido por um disparo de gás lacrimogêneo.

Após a pressão popular das manifestações, o presidente Iván Duque anunciou mudanças em sua impopular proposta de reforma tributária, informa a agência de notícias Reuters.

Esta terça-feira (26) marca o sexto dia consecutivo de protestos após uma marcha de 250 mil pessoas na semana passada. Os atos em grande parte pacíficos atraíram milhares de manifestantes que rejeitam as reformas econômicas, a violência policial e a corrupção.

O Comitê Nacional de Greve afirmou que exige uma "negociação permanente" com Duque. A organização exige que a proposta de cortar os impostos sobre as empresas seja rejeitada. Após reunião com o Comitê Nacional de Greve, Duque anunciou que a contribuição com o sistema de saúde dos aposentados que recebem um salário mínimo será diminuída, entre outras medidas. 

O presidente colombiano disse ser contra o pacote econômico, que inclui um corte no salário mínimo da população jovem, que causou descontentamento e galvanizou os manifestantes. 

Na segunda-feira, morreu o esudante Dilan Cruz, de 18 anos. Ele foi hospitalizado após ser atingido por uma granada de gás lacrimogênio na cabeça. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала