Terror em campo de batalha: revista americana avalia novo fuzil russo

© Sputnik / Vasily RakshaAK-12
AK-12 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A revista norte-americana National Interest elogiou a nova versão do fuzil russo de grande calibre SHAK-12, qualificando-o como "terror em campo de batalha".

De acordo com o artigo, esta arma foi desenvolvida para as unidades de operações especiais do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB), para casos em que o alcance do tiro é irrelevante.

O cartucho de calibre 12,7×55 mm da arma é capaz de neutralizar instantaneamente os alvos, evitando assim combates prolongados. Isto proporciona uma flexibilidade excepcional na resolução de tarefas táticas a distâncias curtas e ultracurtas.

"As armas de fogo russas há muito que se estabeleceram a nível internacional como armas confiáveis, simples de usar e que satisfazem os requisitos modernos das operações de combate. A SHAK-12 é uma arma perfeita para operações antiterroristas e outras ações militares em áreas urbanas, dentro de edifícios e estruturas onde a máxima segurança da população civil é a principal prioridade. Como esperado, as forças especiais estrangeiras estarão muito interessadas neste novo produto", escreve Mark Episkopos, colunista da National Interest.

Versatilidade tática

Segundo o autor, três tipos de balas aumentam a versatilidade tática da arma: balas perfurantes capazes de penetrar coletes blindados, balas de velocidade subsônica para um tiro silencioso e eficaz, e balas leves de alumínio.

© Sputnik / Cortesia da NPO Izhmash / Abrir o banco de imagens Kalashnikov AK-12
Terror em campo de batalha: revista americana avalia novo fuzil russo - Sputnik Brasil
Kalashnikov AK-12

Ao mesmo tempo, os fabricantes tentaram compensar o enorme peso dos cartuchos, fazendo algumas partes da arma em um plástico resistente ao impacto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала