Ancara não pode confiar na OTAN e poderá produzir sistemas S-400 com Rússia, diz observador turco

© Sputnik / Sergei Malgavko / Abrir o banco de imagensSistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia
Sistemas de defesa antimíssil S-400 russos na Crimeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Rússia e Turquia compartilham interesses comuns na região do Mediterrâneo Oriental e precisam reforçar a cooperação e produção conjunta de armamento, tendo em conta a crescente pressão e sanções por parte dos EUA e UE.

De acordo com o historiador turco Mehmet Perincek, Moscou e Ancara precisam  ampliar a cooperação bilateral em matéria de defesa.

"Tendo em conta as atuais sanções do Ocidente, a Turquia e a Rússia são obrigadas a aumentar a cooperação", opina Perincek. "Os EUA ameaçam tanto a Turquia como a Rússia na região do Mediterrâneo Oriental e no mar Negro através do Chipre e da península da Crimeia. Ambos os países podem tomar medidas decisivas em relação às questões de Chipre e Crimeia, respondendo assim à política de contenção dos EUA", afirma.

Segundo Mehmet Perincek, a cooperação russo-turca no domínio da defesa adquiriu um novo significado. Ele supõe que, no caso de um conflito, Ancara poderá não ser capaz de recorrer à utilização das tecnologias militares e sistemas de defesa da OTAN, devido às constantes ameaças vindas do Ocidente.

"Elas não vão funcionar, dado que são completamente controladas pelos Estados Unidos. Tendo em conta esse ponto, a Turquia necessita de sistemas militares e tecnologias independentes da OTAN. Por isso, a compra dos S-400 é um passo muito importante. Claro que o ideal seria que a Turquia estabelecesse sua própria produção, ressalta.
© Sputnik / Ramil Sitdikov Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apresentam Acordo à imprensa, após sete horas de negociações em Sochi, na Rússia, em 22 de outubro de 2019
Ancara não pode confiar na OTAN e poderá produzir sistemas S-400 com Rússia, diz observador turco - Sputnik Brasil
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apresentam Acordo à imprensa, após sete horas de negociações em Sochi, na Rússia, em 22 de outubro de 2019

O historiador turco destacou que Ancara e Moscou têm vindo a discutir ultimamente a produção conjunta dos sistemas de defesa antiaérea S-400, insistindo que ambos os países têm que reforçar a sua cooperação nesta área.

Nos dias 18 e 19 de novembro a Turquia acolheu uma conferência internacional intitulada "Mudando a Ordem Global: Guerras Azuis no Mediterrâneo Oriental". O evento decorreu em meio às crescentes tenções entre Ancara e Washington devido a compra dos sistemas russos S-400.

Ontem, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan, ao comentar suas conversações com o presidente norte-americano Donald Trump efetuadas na semana passada, voltou a afirmar que o país está determinado a implantar os sistemas de defesa antiaérea russos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала