- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Tiro que matou menina Ágatha Félix, de 8 anos, partiu da PM, aponta inquérito

© Folhapress / Allan Carvalho Rua Antônio Austregésilo, subida da localidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, local onde será feita a reconstituição do assassinato da menina Ágatha Felix
 Rua Antônio Austregésilo, subida da localidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, local onde será feita a reconstituição do assassinato da menina Ágatha Felix - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A conclusão do inquérito feito pela Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro mostrou que o tiro que matou a menina Ágatha Félix, de oito anos, partiu da arma de um cabo da Polícia Militar.

O documento se baseou em depoimentos de testemunhas, perícias, do depoimento de policiais militares em serviço na Unidade de Polícia Pacificadora da região e o laudo da reprodução simulada, realizada no dia 1º de outubro.

O inquérito aponta que o policial fez um disparo contra dois motoqueiros que furaram uma blitz, mas o projétil ricocheteou e atingiu Ágatha no interior de um veículo.

O resultado dessa perícia aponta o "erro de execução" por parte do PM. O agente será afastado de suas atividades na rua, segundo a PM.

A garota Ágatha Vitória Sales Félix morreu no dia 20 de agosto após ser baleada na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio de Janeiro.

© Folhapress / José Lucena / Futura PressManifestantes pedem justiça para a menina Ágatha Félix, morta no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro
Tiro que matou menina Ágatha Félix, de 8 anos, partiu da PM, aponta inquérito - Sputnik Brasil
Manifestantes pedem justiça para a menina Ágatha Félix, morta no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro

Ela chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento do Alemão e transferida para Hospital Getúlio Vargas, mas não conseguiu resistir aos ferimentos.

O assassinato gerou indignação por parte dos moradores, que fizeram diversos protestos pedindo investigação e punição aos responsáveis pela morte da garota de oito anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала