'Regime' dos EUA de roubo de petróleo sírio é semelhante ao dos nazistas, afirma Assad

© AFP 2022 / Youssef KarwashanPoço de petróleo no campo Rmeilane, província de Hasakeh, Síria, julho de 2015 (foto de arquivo)
Poço de petróleo no campo Rmeilane, província de Hasakeh, Síria, julho de 2015 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA Donald Trump afirmou na quarta-feira (13) que os Estados Unidos têm intenção de manter o controlo sobre os campos petrolíferos no nordeste da Síria, apesar de diminuir a sua presença militar na região.

Presidente sírio Bashar Assad declarou hoje (14) que o "regime" dos EUA se assemelhava com o da Alemanha nazista, sendo que o país está simplesmente roubando petróleo da Síria.

"EUA é um Estado baseado como um qualquer regime de gangues e bandidos. O presidente dos EUA não representa o país, ele é apenas diretor executivo de uma companhia que tem seu conselho de administração, que representa outras companhias que na verdade são os donos do país", disse Assad.

No mês passado Donald Trump, depois de anteriormente ter anunciado suas intenções de retirar todas as forças estadunidenses da área, disse que alguma parte das tropas iria permanecer para "proteger o petróleo" dos terroristas do Daesh. Trump defendeu a sua decisão, dizendo que o objetivo dele era providenciar aos curdos algum fluxo de dinheiro, durante uma coletiva de imprensa que decorreu na Casa Branca.

Anteriormente, o chefe do Pentágono, Mark Esper, afirmou ontem que os EUA estão planejando para breve a tomada de medidas para reforçar as posições em torno da cidade síria de Deir ez-Zor para impedir ao acesso dos terroristas aos campos de petróleo. Segundo ele, os EUA estão estudando a forma de posicionar as forças na região "para manter a segurança dos campos petrolíferos".

Em 2014, os EUA e seus aliados iniciaram operações na Síria contra terroristas, no entanto a entrada das forças americanas foi feita sem qualquer acordo prévio com o governo de Damasco. As tropas dos EUA ocuparam Iraque de 2003 a 2011 sendo muito impopulares em grande parte do país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала