Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Boeing 737 Max teria provocado grande prejuízo para linha aérea da Índia

© AP Photo / Ted S. WarrenBoeing 737 MAX 8
Boeing 737 MAX 8  - Sputnik Brasil
Nos siga no
A companhia aérea indiana Spicejet culpa Boeing 737 Max que estão impossibilitados de realizarem voos, gerando custos e perdas nos lucros.

A Spicejet afirmou que sofreu uma perda de US$ 66 milhões (R$ 275 milhões) no segundo trimestre do ano, que teria sido causada pela paralisação dos voos realizados com aviões Boeing 737 Max.

Agora, a companhia aérea indiana pretende abrir um processo para obter o reembolso dessas perdas contra a fabricante.

© AP Photo / Ted S. WarrenFuncionário da Boeing observa modelo 737 MAX estacionado em fábrida da empresa em Seattle
Boeing 737 Max teria provocado grande prejuízo para linha aérea da Índia - Sputnik Brasil
Funcionário da Boeing observa modelo 737 MAX estacionado em fábrida da empresa em Seattle

O presidente e diretor-administrativo da Spicejet, Ajay Singh, afirmou que "a paralisação dos 737 MAX afetou os planos de crescimento da companhia e resultou em operações ineficientes, resultando no prejuízo", ressaltando que a companhia está ansiosa pelo retorno dos 25 aviões da Boeing, em 2020.

"O retorno do 737 MAX proporcionará um impulso considerável em nossas operações e estamos confiantes que, com o rigoroso escrutínio, ele será uma das aeronaves mais seguras", observou.

O retorno das operações está previsto para acontecer a partir de janeiro de 2020. O Boeing 737 MAX foi suspenso em março de 2019, depois de dois acidentes que causaram a morte de 346 pessoas, além de apresentar diversos outros problemas técnicos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала