Ossos de 4 dinastias podem revelar segredos de antigo povo egípcio (FOTOS)

CC0 / Pixabay / Sarcófago (imagem referencial)
Sarcófago (imagem referencial)  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cientistas estão utilizando tecnologias modernas, como lasers e raios X, para tentar descobrir como as pessoas viviam no Antigo Egito.

Amostras de ossos datadas entre 2.000 e 4.000 anos foram analisadas utilizando a Fonte de Luz Avançada no laboratório de Berkeley, na Califórnia, conforme o tabloide britânico Daily Mail.

Durante as análises, os ossos foram submetidos a ondas de luz brilhante que são utilizadas para explorar a química, a estrutura e outras propriedades das amostras, segundo o doutor Mohamed Kasem, da Universidade do Cairo.

© Foto / Marilyn Sargent/Laboratório Nacional de Lawrence BerkeleyAmostra de fêmur de uma múmia no Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley
Ossos de 4 dinastias podem revelar segredos de antigo povo egípcio (FOTOS) - Sputnik Brasil
Amostra de fêmur de uma múmia no Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley

Pesquisadores estariam utilizando os ossos do fêmur com o objetivo de descobrir como as pessoas do Antigo Egito viveram, ou seja, indicando sua alimentação, saúde e tarefas diárias.

A luz emitida pela explosão de pulso causada pelo laser poderá determinar quais elementos estão presentes nas amostras dos ossos.

"Encontramos chumbo, alumínio, e outros elementos que indicam o meio ambiente e a toxicidade daquele tempo. Essa informação está armazenada nos ossos", detalhou Kasem.

As amostras utilizadas representam quatro diferentes dinastias egípcias, sendo Império Médio, Segundo Período Intermediário, Período Tardio e Período Greco-Romano.

© Foto / Marilyn Sargent/Laboratório Nacional de Lawrence BerkeleyCientistas analisam amostras de ossos no Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley
Ossos de 4 dinastias podem revelar segredos de antigo povo egípcio (FOTOS) - Sputnik Brasil
Cientistas analisam amostras de ossos no Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley

De acordo com Kasem, diversos fatores afetam a preservação dos ossos, sendo eles o tempo que o osso foi enterrado, seu estado de conservação e diferentes tipos de solo.

A equipe também espera que a pesquisa mostre como a interação do solo com os ossos poderia ajudar nos futuros projetos para preservar as múmias remanescentes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала