Premiê russo visita museu de virologia raríssimo no mundo (FOTOS)

© Fotolia / BogdanhodaCientistas no laboratório, imagem referencial
Cientistas no laboratório, imagem referencial  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dmitry Medvedev, primeiro-ministro da Rússia, visitou o museu de um centro de virologia único na Rússia e raro no mundo, localizado na cidade de Novossibirsk.

Na ocasião, a autoridade russa viu de perto as peças do Museu do Centro Científico Estatal de Virologia e Biotecnologia Vektor, localizado na cidade siberiana de Novossibirsk.

Entre as peças presentes há um traje único destinado para o trabalho com infecções virais, assim como uma cápsula de defesa biológica de terceira categoria para a realização de experimentos.

© Sputnik / Ekaterina Shkutina / Abrir o banco de imagensVisita do premiê russo Dmitry Medvedev ao Museu do Centro Científico Estatal de Virologia e Biotecnologia Vektor em Novossibirsk, Rússia
Premiê russo visita museu de virologia raríssimo no mundo (FOTOS) - Sputnik Brasil
Visita do premiê russo Dmitry Medvedev ao Museu do Centro Científico Estatal de Virologia e Biotecnologia Vektor em Novossibirsk, Rússia

No interior dessa cápsula os cientistas sempre realizam os trabalhos em dupla.

"Fizeram um museu interessante", declarou Dmitry Medvedev.

Centro de virologia único

Segundo a presidente do Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano (Rospotrebnadzor), Anna Popova, o Vektor é o único instituto científico na Rússia, e o segundo no mundo, a realizar experimentos com uma coleção do vírus da varíola.

© Sputnik / Ekaterina Shtukina / Abrir o banco de imagensPremiê russo Dmitry Medvedev observa o arcevo do Museu do Centro Científico Estatal de Virologia e Biotecnologia Vektor
Premiê russo visita museu de virologia raríssimo no mundo (FOTOS) - Sputnik Brasil
Premiê russo Dmitry Medvedev observa o arcevo do Museu do Centro Científico Estatal de Virologia e Biotecnologia Vektor

Ainda no final da sua pequena excursão, Dmitry Medvedev recebeu um livro sobre o trabalho sanitário realizado na Rússia durante a Copa do Mundo de Futebol de 2018.

"Na Rússia nós controlamos tudo [em relação ao risco de epidemias]. Existem lugares onde esta questão é mais difícil. O Qatar agora será o anfitrião [da Copa do Mundo de 2022]. Quando tal evento ocorreu no Brasil surgiu a história com [o vírus da] Zika", afirmou o premiê.

No atual momento o livro em questão está sendo traduzido em língua inglesa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала