Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

FOTO de diversão em cabine faz piloto perder permissão de voar para sempre

CC0 / Zorgist / Сabine de pilotagem
Сabine de pilotagem - Sputnik Brasil
Nos siga no
A garota agradeceu ao piloto na legenda da foto, publicada nas redes sociais. A foto da garota foi parar na companhia aérea, que demitiu o piloto.

A linha aérea chinesa Air Guilin demitiu um piloto por toda vida na segunda-feira (4) após descobrir que ele deixou uma passageira entrar na cabine de pilotagem durante um voo entre Guilin e Yangzhou, no dia 4 de janeiro deste ano, informa a Agência de Notícias da China.

Os fatos só vieram à tona no domingo passado (3), quando um internauta irritado compartilhou na plataforma Weibo – rede social popular na China – uma foto de uma mulher sentada na cabine de pilotagem de um avião, sem uniforme de piloto, com bebidas nos joelhos e fazendo o sinal de vitória com os dedos. "Muito obrigado ao capitão. É muito emocionante", a passageira escreveu na legenda da foto. Mais tarde, a mulher apagou a publicação.

Uma foto de uma passageira que entrou na cabine de pilotagem de um voo comercial e se sentou no assento do piloto recentemente se tornou viral na China.

No copo de papel da foto para ler "Air Guilin". Em resposta, o piloto em serviço está agora de castigo vitalício pela companhia aérea.

A companhia aérea, uma filial da Hainan Airlines, emitiu uma declaração na segunda-feira (4), afirmando que o comandante tinha violado as normas de segurança aérea com os seus atos e que a companhia está empenhada em melhorar as medidas de segurança a bordo para evitar incidentes semelhantes.

De acordo com outras publicações da passageira, sabe-se que ela está estudando para se tornar comissária de bordo na Universidade de Turismo de Guilin. Também é relatado que a mulher tem uma relação com o piloto.

O piloto foi demitido e o resto da tripulação será punido indefinidamente, enquanto a empresa realiza novas investigações. A mulher também vai enfrentar cinco dias de detenção e uma multa de 2.000 yuanes (R$ 1.138), informou Zhang Qihuai, vice-diretor da Associação Chinesa de Direito Aeronáutico, relata o tabloide chinês Global Times.

Em 15 de outubro deste ano, o Ministério da Aviação Civil do Egito revelou ter suspendido dois pilotos de um avião após surgimento de vídeo, que viralizou e que mostra celebridade egípcia pilotando avião comercial.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала