Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ex-líder da URSS, Gorbachev alerta o mundo para o perigo 'colossal' de armas nucleares

© AP Photo / dpa, Jens KalaeneEx-presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev
Ex-presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ex-líder soviético Mikhail Gorbachev afirmou que o mundo está em perigo "colossal" devido a armas nucleares mantidas por potências globais em meio a tensões contínuas desde o final da Guerra Fria.

O último chefe da União Soviética ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 1990 por negociar com Ronald Reagan um tratado histórico de redução de armas nucleares do qual o atual presidente dos EUA, Donald Trump, se retirou neste ano.

A decisão de Gorbachev de não enviar o Exército soviético para a Alemanha Oriental quando o Muro de Berlim caiu 30 anos atrás foi vista como crucial para preservar a paz durante a Guerra Fria. Mas ele continua sendo uma figura de ódio para muitos russos por permitir o colapso do império soviético.

Aos 88 anos, ele disse à rede britânica BBC em Moscou que o mundo não está seguro, apesar dos esforços anteriores de limitação de armas.

© Sputnik / Yuri AbramochinSecretário Geral do PC da URSS, MIkhail Gorbachev, e presidente dos EUA, Ronald Reagan, assinam Tratado INF, em dezembro de 1987
Ex-líder da URSS, Gorbachev alerta o mundo para o perigo 'colossal' de armas nucleares - Sputnik Brasil
Secretário Geral do PC da URSS, MIkhail Gorbachev, e presidente dos EUA, Ronald Reagan, assinam Tratado INF, em dezembro de 1987
"Embora existam armas de destruição em massa, e especialmente nucleares, é [um] perigo colossal", declarou em entrevista que foi ao ar nesta segunda-feira. "Todas as pessoas precisam declarar claramente - todas as pessoas - que as armas nucleares devem ser destruídas. Dessa forma, estaremos salvando a nós mesmos e ao planeta".

Gorbachev comentou que a rivalidade do século 20 entre Moscou e Washington foi substituída por novos desafios que colocam o mundo em estado de guerra permanente.

"É tranquilo, mas é uma guerra", pontuou, rindo. "A atmosfera está toda errada".

Gorbachev se tornou um crítico do presidente russo Vladimir Putin e de sua abordagem de braço forte à política doméstica e aos assuntos internacionais.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала