- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Impeachment de Bolsonaro será discutido, diz deputado

© AP Photo / Eraldo PeresJair Bolsonaro chegando ao encontro no Palácio do Planalto em Brasília (foto de arquivo)
Jair Bolsonaro chegando ao encontro no Palácio do Planalto em Brasília (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) afirmou neste sábado (2) que iniciará negociações para um pedido de impeachment do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo publicou em sua conta no Twitter, o deputado federal pretende negociar ao longo da semana junto ao seu partido e os líderes da oposição a proposta de impedimento do presidente brasileiro.

A base para o pedido seria uma acusação de obstrução de justiça. Isso porque Bolsonaro assumiu ter recolhido gravações de ligações entre sua casa e a portaria do condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, para "evitar adulterações".

As ligações que Bolsonaro diz ter pegado se tornaram importantes elementos para a investigação do caso do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, após uma reportagem da TV Globo afirmar que o presidente foi citado nas investigações.

Mais tarde, Bolsonaro negou que o caso seja de obstrução de justiça, afirmando que tal acusação seria "forçação de barra", segundo publicado pelo site "o Antagonista".

Citação no caso Marielle

Na terça-feira (29), reportagem publicada pela TV Globo no Jornal Nacional revelou que o presidente foi citado durante as investigações pelo porteiro do condomínio.

O porteiro teria afirmado aos investigadores que Bolsonaro liberou a entrada no condomínio de um dos suspeitos do assassinato de Marielle.

A reportagem também aponta que no mesmo dia o presidente, então deputado federal, estava em Brasília.

No dia seguinte da publicação da reportagem, o Ministério Público do Rio de Janeiro deu coletiva de imprensa afirmando que o porteiro havia mentido e que uma perícia foi realizada nas gravações. Além disso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, também pediu à Procuradoria Geral da República que investigasse o inquérito.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала