Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Diabo' teria reduzido contágio da peste negra, aponta estudo

Nos siga no
Pesquisadores asseguram que acreditar no diabo ajudou a reduzir a incidência de doenças contagiosas, como a peste negra.

Um novo estudo publicado na revista científica Proceedings of the Royal Society B, aponta que, antigamente, estas doenças eram associadas às chamadas forças malignas e que as crenças morais ajudavam a evitá-las.

Além disso, os resultados sugerem que em um mundo onde as doenças se propagavam de forma descontrolada, o "vitalismo moral", a crença nas forças espirituais do bem e do mal, poderia ter reforçado as ações para reduzir a contaminação, como uma função do nosso "sistema imunológico comportamental".

"Ao proporcionar um marco para prever a propagação das doenças infecciosas, o vitalismo moral também teria facilitado [...] as estratégias de comportamento voltadas para limitar as infecções", indica o estudo.

A pesquisa foi realizada através da análise do "vitalismo moral" para saber se o mesmo seria capaz de reduzir o risco de contrair uma doença transmissível, tornando-se em uma vantagem adaptativa.

© Foto / PixabayDiabo
'Diabo' teria reduzido contágio da peste negra, aponta estudo - Sputnik Brasil
Diabo

Após as análises, os cientistas concluíram que as pessoas que acreditam no sobrenatural são mais propensas a evitar entrar em contato com agentes patógenos, ou seja, o "vitalismo moral" não foi apenas uma superstição primitiva, como também um "comportamento funcional".

"As crenças morais vitalistas podem representar um mecanismo psicológico que confere uma vantagem adaptativa em ambientes caracterizados por uma alta carga de patógenos", concluiu o artigo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала