Navio da 2ª Guerra Mundial é encontrado em 'naufrágio mais profundo do mundo' (FOTOS)

© Foto / Public domainDestróier americano USS Johnston (DD-557) afundado na Batalha do Golfo de Leyte em 1944
Destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado na Batalha do Golfo de Leyte em 1944 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Equipe de pesquisadores descobre restos de navio da Segunda Guerra Mundial, possivelmente o USS Johnston DD-557, a 6.200 metros de profundidade no mar das Filipinas.

Embora a equipe, que seguia a bordo do navio de investigação RV Petrel, ainda não tenha determinado a identidade exata do navio, análises históricas e alguns restos da embarcação indicam que seja o navio USS Johnston DD-557, naufragado no mar das Filipinas em 25 de outubro de 1944, durante a Batalha do Golfo de Leyte, travada entre os Estados Unidos e o Japão na Segunda Guerra Mundial.

"Acreditamos que seja o USS Johnston DD-557 [...]. Não existe nenhuma evidência da pintura de casco do USS Hoel [outro navio que naufragou na região]. A sua localização sugere que o naufrágio se deu na batalha após a perda do Hoel", disse Robert Kraft, um dos diretores da Allen's Vulcan Inc., empresa dona do Petrel.

Encontrado a 6.220 metros de profundidade, acredita-se que o achado seja o naufrágio de maior profundidade da história até o momento. 

© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
1/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
2/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
3/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
4/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
5/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
6/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
© Screenshot: Facebook / RV PetrelPossíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas - Sputnik Brasil
7/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
1/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
2/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
3/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
4/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
5/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
6/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.
7/7
Possíveis restos do destróier americano USS Johnston (DD-557) afundado durante a Batalha do Golfo de Leyte em 1944 no mar das Filipinas.

De acordo com o portal GeekWire, a tripulação do Petrel, uma embarcação com cerca de 75 metros , já encontrou mais de 30 navios de guerra no fundo do mar, entre eles o USS Indianapolis, o USS Lexington, o USS Juneau, o USS Helena e o USS Hornet.

Batalha do Golfo de Leyte

Entre 23 e 26 de outubro de 1944, o mar das Filipinas foi palco da maior batalha naval da história contemporânea.

O enfrentamento entre a Marinha Americana e a Marinha Imperial Japonesa foi decisivo para o fim do conflito mundial no Pacífico, visto que a partir da batalha as forças navais japonesas perderam todas as condições necessárias para mudar o curso da guerra.

Conforme informou o portal Fatos Curiosos, os EUA contaram com centenas de navios, incluindo dezenas de porta-aviões, desde embarcações de escolta até as de maior porte, durante a batalha. 

Por sua vez, o Japão contou com apenas quatro porta-aviões e cerca de 60 outros navios de médio e grande porte.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала