Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA e a China chegaram a um entendimento sobre suas relações comerciais, diz assessor de Trump

© AP Photo / Andy Wong, FilePresidente americano Donald Trump (à direita) e o presidente chinês Xi Jinping (à esquerda) durante encontro (foto de arquivo)
Presidente americano Donald Trump (à direita) e o presidente chinês Xi Jinping (à esquerda) durante encontro (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os Estados Unidos e a China chegaram a um entendimento da direção em que as relações comerciais entre os dois países devem se desenvolver. A declaração é do assessor do presidente dos EUA, Jared Kushner.

"Acho que agora chegamos a um entendimento com a China sobre onde queremos ir", disse Kushner durante o fórum internacional Futuro dos Investimentos (FII), realizado na Arábia Saudita.

"Eu acho que o presidente é realista. Uma pessoa me disse que o que o presidente fez no campo do comércio é provavelmente uma das coisas mais ousadas de toda a presidência", acrescentou o assessor, citado pela Reuters.

Segundo ele, Trump tornou os Estados Unidos mais competitivos do que nunca e também conseguiu fortalecer parcerias com muitos países.

Na segunda-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que as negociações comerciais com a China estão adiantadas, observando que esta é a primeira etapa do acordo, que inclui uma agenda bastante extensa.

© AP Photo / Andrew HarnikDonald Trump, presidente dos EUA, e Xi Jinping, presidente da China
EUA e a China chegaram a um entendimento sobre suas relações comerciais, diz assessor de Trump - Sputnik Brasil
Donald Trump, presidente dos EUA, e Xi Jinping, presidente da China
Em 11 de outubro, as delegações comerciais dos EUA e da China chegaram a um acordo que foi classificado como "muito substancial", abrangendo propriedade intelectual, serviços financeiros e produtos agrícolas.

Embora o próprio acordo possa levar várias semanas para ser finalizado, os aumentos tarifários planejados para os produtos chineses foram arquivados e Pequim concordou em comprar entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões em produtos agrícolas norte-americanos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала