Mais 300 efetivos da Polícia Militar russa chegam à Síria

© Sputnik / Mikhail AlaeddinVeículos blindados da Polícia Militar da Rússia perto da cidade de Kobane, Síria
Veículos blindados da Polícia Militar da Rússia perto da cidade de Kobane, Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Polícia Militar russa ajudará guardas de fronteira sírios a garantir a segurança e ordem pública no norte da Síria.

Cerca de 300 policiais militares russos chegaram à Síria. As forças russas vão ajudar a retirar os destacamentos curdos da fronteira com a Turquia, informou na sexta-feira (25) o Ministério da Defesa da Rússia.

Na quinta-feira (24), uma fonte do ministério informou que, à luz das novas tarefas, serão transferidos para a Síria mais 276 policiais militares russos e 33 unidades de equipamento.

Uma unidade da Polícia Militar da Chechênia foi enviada para a Síria pelo Ministério da Defesa. Os efetivos partiram de um aeródromo localizado na república russa da Ossétia do Norte.

A Polícia Militar estará empenhada em garantir a segurança da população e em manter a ordem pública no norte da Síria, bem como em patrulhar e apoiar a "retirada das unidades de autodefesa curdas [Unidades de Proteção Popular, YPG] e das suas armas para uma distância de 30 km da fronteira da Síria com a Turquia".

"Chegaram à Síria os militares mais bem preparados, com experiência de tais operações, treinados no Centro de Polícia Militar em Vladikavkaz", ressaltou o Ministério da Defesa russo.

Além disso, mais de 20 veículos blindados Tigr e Taifun-U serão entregues na Base de Hmeymim, na Síria, a serem usados pela Polícia Militar russa.

Na terça-feira (22), os presidentes da Rússia e da Turquia, Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan, assinaram um memorando de entendimento de dez pontos após conversações que duraram seis horas. Em particular, o memorando diz que a partir do meio-dia de quinta-feira (24) no lado sírio da fronteira com a Turquia, fora da zona de operação Fonte de Paz, serão introduzidas unidades da Polícia Militar russa e do Serviço de Fronteiras sírio.

© Sputnik / Ramil Sitdikov Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apresentam Acordo à imprensa, após sete horas de negociações em Sochi, na Rússia, em 22 de outubro de 2019
Mais 300 efetivos da Polícia Militar russa chegam à Síria - Sputnik Brasil
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apresentam Acordo à imprensa, após sete horas de negociações em Sochi, na Rússia, em 22 de outubro de 2019

Após a retirada das formações curdas, começará o patrulhamento conjunto deste território pelos militares russos e turcos em um raio de dez quilômetros da fronteira turco-síria, com exceção da cidade de Qamishli, no nordeste da República Árabe.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала