Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Destróier americano é enviado ao Ártico para monitorar atividades da Rússia

CC0 / Fotos da Marinha dos EUA / Destróier de mísseis norte-americano USS Donald Cook da classe Arleigh Burke (foto de arquivo)
Destróier de mísseis norte-americano USS Donald Cook da classe Arleigh Burke (foto de arquivo)  - Sputnik Brasil
Nos siga no
O destróier USS Donald Cook realizou operações no Ártico com o intuito de monitorar as atividades marítimas da Rússia na região, informou a 6ª Frota da Marinha dos Estados Unidos.

O navio rumou ao Ártico após uma parada no porto israelense de Haifa.

"Esta patrulha levou o Donald Cook de Haifa, Israel, para o Ártico", disse a comandante do navio, Kelley T. Jones.

O movimento seria baseado no princípio de livre navegação defendido pelos Estados Unidos.

Além disso, de acordo com um informe no site da 6ª Frota da Marinha dos EUA, a navegação do USS Donald Cook no Ártico "assegurou o compromisso do país com a segurança e estabilidade da região".

A patrulha realizada pela embarcação também seria uma forma de capacitar a 6ª Frota a realizar missões em suas áreas de atuação.

"A 6ª Frota deve estar preparada para conduzir operações navais de maior alcance possível nas [áreas] do Comando Europeu dos Estados Unidos e do Comando dos Estados Unidos para a África", disse a vice-almirante e comandante da 6ª Frota, Lisa M. Franchetti.

Ainda segundo a 6ª Frota, o navio teve como objetivo monitorar as atividades marítimas da Rússia no Ártico durante a patrulha que foi concluída no último dia 16.

USS Donald Cook

O destróier USS Donald Cook pertence à classe Arleigh Burke. O navio foi construído em 1988 e carrega mísseis de cruzeiro.

Os navios desta classe estão listados como uns dos maiores destróieres já construídos nos EUA.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала